fbpx

Conheça os 7 Vilões da hospedagem compartilhada - Evertec Digital | Blog

Conheça os 7 Vilões da hospedagem compartilhada

Conheça os 7 principais vilões da hospedagem compartilhada que podem estar afetando os resultados do site sem você saber.

Compartilhe esse conteúdo!

Embora as hospedagens compartilhadas sejam as mais utilizadas atualmente, elas escondem diversos perigos para os seus projetos. Veja os 7 principais problemas que podem estar prejudicando os seus resultados e colocando seu site em risco sem você saber.

1º. Não há exclusividade no IP da hospedagem

No mesmo servidor em que seu site está hospedado, terá uma infinidade de outros sites hospedados com ele. Se entre todos esses sites, houver algum com prática de spam ou ainda com conteúdos impróprios, relacionados a jogos de azar, pirataria, crimes, pornografia ou estiverem envolvidos em algum processo judicial, o IP desse servidor passará a ser relacionado em uma “Black List”, que é utilizada pelos motores de busca como Bing e o Google, influenciando no posicionamento de todos os sites que tiverem nesse mesmo IP. Esse fato também afeta as entregas de e-mails, fazendo com que, os e-mails vindos desse IP caiam na caixa de lixo eletrônico ou na caixa de spam com maior frequência.

2º. Uso inadequado de recursos do servidor

Agora vou desmentir uma propaganda utilizada por muitas empresas de hospedagens, NÃO EXISTEM RECURSOS ILIMITADOS! Seja memória, processador ou espaço em disco. Todo computador tem um limite, mesmo os servidores de grande porte (obvio). Quando a empresa de hospedagem usa esse argumento para chamar a atenção como sendo algo positivo, na realidade ela está revelando uma característica extremamente negativa.

Se a empresa não limita o uso dos recursos disponíveis para seus clientes, se houver algum outro site com erro de desenvolvimento, como um looping aberto, tiverem um aumento extremamente alto e repentino de visitas como acontece geralmente com lançamentos de produtos digitais, ou ainda, alguns desses sites forem atacados, o servidor começara a ter problemas, como lentidão, queda de conexão com o banco de dados e ainda, queda do servidor apache, deixando os sites desse servidor totalmente fora do ar.

Pior será, se o site que está com picos de acesso for o seu, a fim de evitar a queda do servidor, alguns serviços de hospedagem desativam esses sites para não afetar os demais, e todo o trabalho que você teve para fazer um lançamento ou oferta no seu site simplesmente é transformado em prejuízo.

3º. Segurança de dados

Os arquivos do seu site e até mesmo o banco de dados estão compartilhando recursos com muitos outros. Embora as empresas de hospedagens utilizem meios que limitam o acesso por clientes, muitas pessoas têm acesso a essas informações que deveriam ser guardadas a sete chaves. Já teve um caso, comigo mesmo, onde o funcionário da empresa de hospedagem resolveu alterar os arquivos do meu projeto, sem a minha autorização. Havia um problema no servidor, eu acionei o suporte e, ao invés de corrigirem o problema, eles estavam tentando dar “um jeitinho brasileiro”, modificando o meu projeto, deixando meu site fora do ar por horas.

Em geral, o time de suporte não é programador e mesmo se fosse, jamais deveriam acessar o código fonte de seus clientes. Nesse caso, foi à atitude de um aventureiro, que na época, só não causou danos maiores pois o site era novo, ainda não tinha público, mas, já imaginou se isso ocorre com um site com um alto volume de visitas?

4º. Ausência de flexibilidade na configuração do servidor

As empresas de hospedagens utilizam alguns recursos que permitem a personalização das configurações do seu servidor, mas, há alguns recursos e configurações são padronizados para todos os clientes, e nem adianta abrir uma solicitação no suporte, pois eles não iram mudar, você terá que modificar a lógica do seu código para trabalhar sem aquele recurso.

Outro exemplo…, sua hospedagem trabalha com banco de dados MySQL e você, afim de ter mais segurança, robustez e desempenho no seu projeto quer migrar para o MariaDB, essa modificação não acontecerá.

Alguns serviços de hospedagens VPS como da Digital Ocean, por exemplo, trabalham com uma espécie de upgrade temporário, onde você pode aumentar os recursos de processamento e memória por um período pré-determinado, isso é muito útil quando se trabalha com lançamentos de produtos digitais ou grandes promoções em lojas virtuais, como ocorre na “Black Friday”, por exemplo. Assim você pagará o valor adicional, somente por aquele período e não precisará migrar para um plano mais “premium” definitivamente, devido a uma necessidade temporária.

5º. Suporte ruim

Se repentinamente seu site ficar fora do ar, independente do motivo, obviamente você vai querer que seu site volte a ativa o mais rápido possível.

Se o seu site foi o único que ficou fora do ar naquele servidor em especifico, o suporte será consideravelmente demorado, pois, partirão do princípio de que o problema está no seu projeto e não do servidor.

Embora seja muito provável que seja mesmo problema no seu site, muitas vezes o problema realmente é no servidor, por uma provável mudança de diretriz geral que seu site teve a infelicidade de ser o único a ser afetado negativamente.

6º. Serviço de e-mail muito limitado

A grande maioria das empresas se comunica com os seus clientes através de contas de e-mails personalizadas. Os serviços de e-mails oferecidos pelas empresas hospedagens compartilhadas, deixam muito a desejar, não só em capacidade, mas na falta de segurança e estabilidade desses serviços de e-mail, acarretando em possíveis perdas de e-mail ou serviços inoperantes.

7º. Preços desproporcionais em relação aos serviços oferecidos

O valor pago em um serviço de hospedagem compartilhada, muitas vezes é bem mais caro que uma hospedagem VPS fora do Brasil.

Em teoria, isso se justificaria pela praticidade, pelo suporte e pela garantia de estabilidade do serviço.

Entretanto, como vimos em tópicos anteriores, sabemos que não é bem assim. Existem serviços de hospedagem compartilhada que até mesmo o painel de gerenciamento, apresenta uma interface deplorável, extremamente limitada e desatualizada.

Uma observação mais que importante é…

Existem muitas empresas brasileiras ou que atuam aqui no Brasil, que são sérias, que oferecem o serviço de hospedagem compartilhada de ótima qualidade.

Quando falamos que a hospedagem compartilhada é muitas vezes mais cara que uma hospedagem VPS, estamos comparando a hospedagem compartilhada brasileira com uma VPS estrangeira. Há varias hospedagens VPS nacionais que são relativamente boas, mas aqui no Brasil, o valor da contratação é muito mais caro e por isso, muitos acabam optando pela hospedagem compartilhada.

A disparidade de preço gritante entre uma VPS nacional e a internacional se deve aos custos, tanto de infraestrutura como a carga tributária, tornando muito mais caro a aquisição e manutenção desses equipamentos de grande porte. Com essa afirmação, você deve estar pensando que se uma VPS internacional é tão barata, imagina a hospedagem compartilhada.

Embora pareça ser mais vantajosa, a hospedagem compartilhada internacional teria todos os problemas citados aqui, somados ao acréscimo do problema de latência, que é o tempo de resposta do servidor internacional com o computador do usuário aqui no Brasil.

Na VPS, embora esteja na mesma distância, o aumento de latência é compensado pela capacidade do servidor, tornando-se muito mais vantajoso.

Portanto, se você não quer comprometer os resultados do seu site, jogando fora todos os esforços e horas de trabalho, é melhor começar a repensar nas suas opções.


Compartilhe esse conteúdo!
Tags do Post:

Mais Populares

Veja os nossos conteúdos mais acessados.